“Se eu pudesse resumir a disciplina positiva em um só conceito seria o RESPEITO, ele é a base para todo os resto!
Rô da Rosa


Um dos princípios da Disciplina Positiva é o Respeito Mútuo, é tratar a criança NÃO como um ser que nos deve obediência e SIM como um indivíduo que deve ser respeitado e saber respeitar!

bebe e puppy


Vocês já notaram como tratamos os filhos de desconhecidos?


Vejamos a seguinte situação, vocês estão no parque e seu filho está brincando com um objeto, logo aparece uma criança menor e toma o brinquedo da mão dele, os pais dessa criança não estão por perto, o que você faz? Geralmente, quando acontece essas situações, o adulto interfere da maneira mais gentil possível, tentando entender a situação e dando instruções de forma que ela não se ofenda, mas que se sinta apta a cooperar para a resolução do problema, certo? E muitas vezes, fazemos com que nossos filhos cedam primeiro, pois é o “qual” temos o maior controle. Ou seja, iríamos pedir para que nosso filho deixasse o brinquedo para a criança, afinal ela é menor né?


E agora, imagine outra situação, você está no escritório, mexendo em um objeto novo, super interessante, está mega concentrado tentando entender suas funcionalidades e aí, chega um colega de trabalho (que você nunca viu) e o pega de sua mão, todo interessado também, você pasmo , antes que pudesse abrir a boca, entra seu chefe na sala e fala, “esse é o Heitor, acabou de entrar na empresa, deixe que ele veja este novo objeto, afinal ele é novato aqui”! Como você se sentiria? No mínimo injustiçado, com muita raiva e com vontade de bater no seu “coleguinha” novo não é? Agora imagina seu filho…..


Em meio a tantas observações que tenho feito, referente aos comportamentos de pais e crianças, vejo o quanto somos intolerantes com nossos próprios filhos, como os magoamos profundamente, sem intenção é claro, mas os machucamos e muitas vezes os constrangemos em público, apenas para mostrar que temos “autoridade”! Afinal, o Mundo todo está nos olhando e esperando uma atitude no mínimo punitiva com aquela criança “mal educada” não é mesmo?


Pois é minha gente, e no ano de 2019 ainda estamos mais preocupados com o que os outros pensam do que como nossos filhos se sentem, e isso é no mínimo, LAMENTÁVEL!!!! É Lamentável ver que tratamos melhor uma criança desconhecida do aquele serzinho que é parte de nós, que é nosso espelho e que vai ver nas nossas ações, um exemplo a seguir!
É Lamentável ver o quando nos conectamos com estranhos e nos desconectamos com quem mais amamos!


Proponho aqui então um olhar mais profundo para seu próprio comportamento, um olhar mais profundo ao seu filho e para pessoa que você quer ele se torne, nunca é tarde para rever conceitos e começar tudo de novo!

A Disciplina Positiva vem para nos ajudar a ver novas perspectivas de uma educação que vem a tempos nos dizendo que a obediência, a punição e as recompensas são as únicas maneiras de criar uma criança para se tornar um Adulto de Sucesso. E já vimos que não é bem assim, né? Aliás, lotamos os consultórios de psicólogos e psiquiatras na tentativa de
mudar um comportamento que aprendemos lá na infância, algo que estava tão impregnado, que é difícil nos encontrar na essência dentre o caos que se formou!

Segue abaixo os 5 princípios da Disciplina Positiva:


1 – Ajudar a criança a sentir CONECTADA: mostre que ela é amada, que ela importa sim, que suas opiniões são valiosas para contribuir nas mais diversas situações. Inclua a criança nas conversas mais sérias também (como mudanças de cidade por exemplo), veja o quanto esses momentos conectam vocês e mesmo que ela for pequena e não entender o contexto em si, só em perguntar: “o que você acha?” já vai fazê-la se sentir mais importante e amada!

Pai e filho caminhando juntos


2- Encorajar RESPEITO MÚTUO: mais uma vez, trate-a como um indivíduo único e importante, respeite sua escolhas (na medida do possível), fale sempre para ela me desculpe, obrigado, por favor, com licença, é no exemplo que estão os moldes que serão utilizados pela vida. Seja firme sempre que precisar, mas não esqueça de ser gentil ao mesmo tempo e nunca, NUNCA, a desrespeite em público. Mostre sempre que o abraço é o lugar mais seguro que ela possa estar, em qualquer circunstância !!!!!

abraco de pai


3- Ser efetiva à LONGO PRAZO: não, não é do dia para noite que nossas crianças se tornarão seres compreensíveis, sensíveis e respeitosos. Educar demanda tempo, paciência, muito amor e dedicação. Ter empatia pelos nossos filhos, se colocar no lugar deles é um exercício diário que devemos fazer a fim de aprender com os erros (deles e nossos) e poder ensinar ferramentas que vão guiá-los no futuro na resolução de conflitos e problemas.


4- Ensinar HABILIDADES SOCIAIS e DE VIDA: se tratarmos nossos filhos com respeito e empatia, é assim que eles tratarão as pessoas que estarão ao lado dele. Faça-o parte fundamental da casa e fora dela também, dê funções que vão desde arrumar a cama, limpar o que sujou, até juntar o lixo na rua e colocar na lixeira. Assim, serão Adultos “bem sucedidos”, o que significa felizes e capazes de cooperar em sua comunidade!

criancas caminhando juntas


5- Incentivar a DESCOBRIR SUAS CAPACIDADES: dê oportunidades para que seus filhos descubram suas capacidades e habilidades. Deixem que peguem sua própria água, que limpem o que derrubaram, que guardem seus brinquedos, que ajudem a guardar a louça, que levem seu prato até a pia…São pequenas atitudes que vão dando autonomia a eles, mostrando que eles podem e conseguem mais do que imaginam, encorajando assim, seu poder pessoal, aprendendo com seus próprios erros e acertos, aumentando assim, significativamente, a auto estima e a confiança neles mesmo e em nós que damos a oportunidade de se sentirem cada vez mais capazes!

crianca lendo mapa


Se eu pudesse resumir a disciplina positiva em um só conceito seria o RESPEITO, ele é a base para todo os resto! Por isso, lembre-se de RESPEITAR seus filhos como se eles fossem dos outros, mas amar, meu amigo, AMEEEEE, mas ame muito como se eles fossem seus mesmos e de mais ninguém!

abraco de mae

Se você gostou desse texto, provavelmente irá gostar da entrevista super bacana feita com Priscila Pamplona sobre Disciplina Positiva e Comunicação Não-Violenta.

Texto: Rô da Rosa
Blog: Mães de Salto Agulha
Instagram: @maesdesaltoagulha

3 Comments

  1. nossa, que legal, adorei a reflexão e o método de educação.
    Agora acredito um pouco mais que este mundo tem jeito.
    acredito também, nos esforços, para deixar um ser humano melhor para o planeta, e não preocupar somente ,com o planeta a deixar, para nossas crianças..

  2. Pingback: Como colocar limites nas nossas crianças? – Mães de Salto Agulha

Comments are closed.